Henrique Meirelles quer ser candidato a presidente, mas não descarta disputar o governo de Goiás

O ministro da Fazenda é cotado para ser vice de Geraldo Alckmin

Henrique Meirelles: como “primeiro-ministro” da economia, o engenheiro goiano já governa o país

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, quer ser candidato a presidente da República, pelo PMDB ou pelo PSD (ao qual está filiado). Há quem postule que será o vice do candidato do PSDB, Geraldo Alckmin, governador de São Paulo. O engenheiro goiano não é tão conhecido quanto Jair Bolsonaro e, sobretudo, Lula da Silva. Mas aqueles que o conhecem o avaliam positivamente. A recuperação da economia, ainda que parcial, tem agradado empresários. Seu problema, do ponto de vista eleitoral, é o presidente Michel Temer, espécie de pedra gigante no seu caminho. O governo não é ruim, mas o presidente é avaliado como “péssimo”.

Dada sua estatura, Henrique Meirelles planeja participar da política nacional. Mas, entre aliados, comenta que tem planos “B” e “C”. O “B” é a disputa do governo de São Paulo. Há uma tese de que, pós-Geraldo Alckmin, há um vazio na política paulista. O prefeito de São Paulo, João Doria, começa a desidratar-se. Quer ser candidato a governador, mas esbarra no vice de Alckmin, Márcio França (PSB), que, ao assumir o governo, por certo irá à reeleição. O “C” é a disputa do governo de Goiás. Goiano de Anápolis, ele teria um sonho: ser governador do Estado no qual nasceu.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.