O PSD tenciona para manter a senadora Lúcia Vânia como candidata à reeleição em 2018

Marcos Abrão é deputado federal pelo PPS | Reprodução

Um governista histórico, tucano de quatro costados, afirma que, se não tiver o controle da Agência Goiana Habitação, dificilmente o deputado federal Marcos Abrão, do PPS, se reelegerá em 2018. “Marcos não é popular. Ele é o típico candidato que só se elege às custas de uma estrutura.”

Lúcia Vânia: senadora pretende disputar reeleição em 2018

O tucano afirma que a tendência é que a senadora Lúcia Vânia e Marcos Abrão “recolham” as armas e permaneçam na base do governador Marconi Perillo. Mas é possível que o político esteja enganado num ponto: desta vez, com dois nomes fortes na oposição — o deputado federal Daniel Vilela (ou Maguito Vilela), do PMDB, e o senador Ronaldo Caiado, do DEM —, a presidente do PSB tem alternativas reais para uma nova composição política. Convém não subestimá-la, porque se trata de uma política experimentada e de muita coragem (e valor) pessoal.

É fato que o senador e empresário Wilder Morais, do PP, tem dinheiro, até muito dinheiro, mas Lúcia Vânia sempre teve votos. Muitos votos.