Gestão de Tibúrcio, Macalé e Enil investiu muito e não desviou dinheiro da OAB-Goiás

A OAB tem uma dívida de 5 milhões de reais. É muito dinheiro, sem dúvida. Mas não significa que a gestão de Henrique Tibúrcio, Sebastião Macalé e Enil Henrique, entre outros, desviou recursos.

Na verdade, a cúpula construiu subsedes da OAB no interior de Goiás, equipou-as com computadores modernos. Parte do dinheiro foi utilizada para equilibrar o fluxo de caixa, dado o problema de que a renda da Ordem é sazonal.

O patrimônio da OAB, avaliado em 100 milhões, foi construído, na maior parte, pelo grupo que está no poder, a OAB forte.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Paulo Saldanha

kkk Construiu e Implodiu o Projeto da OAB FORTE!!!

Gustavo

A OAB-GO tem uma dívida que era desconhecida da esmagadora maioria dos advogados, contraiu empréstimos e pagou juros que não constaram da prestação de contas… agora que o lider “mor” se tornou secretário… espero que não cometa o mesmo erro !!! Para o bem da sociedade em geral.