Candidatos que usarem dinheiro público na campanha devem ficar extremamente atentos à sua contabilidade

A escassez de dinheiro é a principal responsável pela desistência de alguns candidatos a deputado em Goiás. Depois de Thiago Peixoto, do PSD, outros postulantes devem desistir. Há outra questão: o uso dinheiro do fundo eleitoral será extremamente fiscalizado pelo Ministério Público e pela Justiça. Portanto, os candidatos devem organizar sua contabilidade com o máximo de rigor possível. Afinal, o dinheiro é público. Multas e, até, cadeia estão no horizonte.