Entrada de Caiado elevará tom da campanha de Iris

Candidato a prefeito de Goiânia pelo PMDB tem evitado embate direto. Cenário pode mudar com presença do senador 

Ronaldo Caiado, Dona Íris, Iris Rezende e Major Araújo em carreata na região Noroeste | Foto: campanha Iris Rezende

Ronaldo Caiado, Dona Íris, Iris Rezende e Major Araújo em carreata na região Noroeste | Foto: campanha Iris Rezende

O candidato do PMDB à prefeitura de Goiânia, Iris Rezende, tem fugido de debates (não compareceu aos quatro já realizados) para evitar embates diretos e também ser questionado sobre suas gestões passadas – – nas quais, entre outras promessas não cumpridas, falhou em resolver o problema do transporte coletivo da capital.

Com a entrada definitiva do senador Ronaldo Caiado (DEM) na campanha, anunciada pelo próprio nesta semana, é esperado que esse clima de defensiva seja deixado de lado.

Prova disso é que já na última carreata do PMDB, realizada no feriado de 7 de setembro na região Noroeste da capital, Caiado fez questão de atacar o atual prefeito — ex-vice e afilhado político de Iris Rezende.

“Passamos por 19 bairros em carreata pela região Noroeste e vimos o desleixo do atual prefeito, o que nos entristeceu. Os bairros estão abandonados, um verdadeiro desrespeito ao cidadão”, afirmou o democrata.

Iris Rezende faz críticas moderadas à atual gestão e evita atacar adversários (em especial o prefeito Paulo Garcia, para quem pediu votos em 2012) na tentativa de passar a imagem de “propositivo”, de que quer apenas discutir o futuro de Goiânia.

É possível que a entrada de Caiado venha para fazer esse trabalho de “linha de frente”, ou seja, atacar diretamente os candidatos oposicionistas, elevando o tom da campanha.

Vale lembrar que o candidato a vice na chapa de Iris Rezende à prefeitura de Goiânia é o deputado estadual Major Araújo, que, em um momento de total descontrole, atirou um tablet contra um colega dentro do plenário da Assembleia. Além disso, é o autor do polêmico projeto “Bolsa Arma” — que ganhou repercussão (negativa) nacional.

Deixe um comentário