Afrênio Gonçalves mostra que é mais um workaholic no PSDB

Afrêni e a bancada tucana na Assembleia | Foto: Facebook Marquinho Palmerston

Afrêni e a bancada tucana na Assembleia | Foto: Facebook Marquinho Palmerston

Para o presidente regional do PSDB, Afrêni Gonçalves, sua gestão à frente do partido não tem pit-stop; ao menos neste começo de trabalhos.

Um tucano, fazendo trocadilho com o nome do comandante, disse que este deveria se chamar “Afre­nético” Gonçalves, dada sua agilidade de trabalho. É que, em menos de uma semana, Afrêni conseguiu realizar o quase impossível: se reunir com todos os vereadores da sigla em Goiânia; e com todos os deputados estaduais e federais tucanos.

No início da semana passada, foi à Câmara se encontrar com os cinco vereadores — Anselmo Pereira, Dr. Gian, Drª. Cristina, Geovani Antônio e Thiago Albernaz.

Na quarta, promoveu almoço em Brasília para conversar com os seis deputados federais — Alexandre Baldy, Célio Silveira, Delegado Waldir, Fábio Sousa, Giuseppe Vecci e João Campos. E no dia seguinte já estava na Assembleia Legislativa para se encontrar com os sete deputados estaduais — Gustavo Sebba, Iso Moreira, Júlio da Retífica, José Vitti, Mané de Oliveira, Marquinho Palmerston e Nédio Leite — mais a licenciada Lêda Borges. É para não deixar dúvidas.

Afrêni mostra que é tão workaholic quanto o governador Marconi Perillo.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.