Eike Batista fecha delação premiada com a Procuradoria Geral da República

O empresário que sabe demais também aceitou pagar uma multa de quase 1 bilhão de reais — 116 milhões de imediato

Eike Batista: o empresário que ganhou dinheiro enganando muita gente e dando dinheiro para políticos | Foto: Reprodução

Eike Batista é o considerado como “o empresário que sabe demais”. Se resolver falar a verdade, abrindo o jogo, parte da República pode não ficar de pé (aliás, parte já esteve presa e, alguns, estão soltos, mas respondendo a processo). A caixa preta do BNDES, se existe mesmo, poderá ressurgir “contando” histórias de condestáveis do país. Além do BNDES, bancos privados talvez não saiam muito bem na fita — assim como, é claro, políticos e executivos.

Pois, informa Lauro Jardim, Eike Batista decidiu fechar delação premiada com a Procuradoria Geral da República. Para contar tudo. Mas tudo mesmo, com documentos, e não apenas pistas que, acusando, nada provam. Porque senão a delação não será levada adiante ou será anulada.

Eike Batista, além de abrir sua caixa de pandora, vai pagar multa de 800 milhões de reais ao Erário. O primeiro desembolso será de 116 milhões de reais.

Por certo, há muita gente tremendo, do PT (inclusive um ex-ministro) ao MDB, e talvez do PSDB.

Leia mais sobre Eike Batista

Jornalista Malu Gaspar escreve O Capital no Século 21 no Brasil segundo São Eike Batista

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.