O deputado federal disse a prefeitos, vereadores e líderes do interior que discorda da forma como o senador vem conduzindo o partido

Roberto Balestra e Wilder Morais: o PP está se tornando pequeno para os dois políticos

O deputado federal Roberto Balestra reuniu prefeitos, vereadores e líderes do PP, no sábado, 24, e comunicou que não vai disputar mandato para a Câmara dos Deputados em 2018.

Roberto Balestra disse que discorda do modo como o senador Wilder Morais vem conduzindo o PP e, por isso, a forma de explicitar a divergência é não disputar a reeleição. Os aliados aplaudiram o deputado, alguns pediram que reconsidere a decisão e outros até choraram.

O senador Wilder Morais assumiu a presidência do PP em Goiás não por votação dos filiados do partido, mas por indicação da cúpula nacional, notadamente do presidente do partido, senador Cyro Nogueira.

Wilder Morais, além de atritado com Roberto Balestra, está em pé de guerra com a senadora Lúcia Vânia, do PSB.