Sandes Júnior vai processar militantes do Movimento Brasil Livre que o achincalharam

O deputado federal Sandes Júnior (PP), político moderado, sensato e íntegro, vai processar quatro militantes do Movimento Brasil Livre, grupo de direita, que, postados em frente à sua residência, começaram a agredi-lo verbalmente.

Os militantes, filmados pelas câmaras da região, chamaram Sandes Júnior de “ladrão” e de “malandro”. Eles já foram identificados. Motivo: o deputado, como integrante do PP, seguiu o partido e decidiu pela aprovação das contas do governo da presidente Dilma Rousseff.

Detalhe: liberado pelo PP nacional, Sandes Júnior apoiou Aécio Neves, do PSDB, para presidente da República. Assim como o Movimento Brasil Livre.

O deputado Jovair Arantes, também xingado pelos militantes, deve processá-los.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.