Deputado diz que Mané de Oliveira denunciou o padre Luiz Augusto como funcionário fantasma da Assembleia

padreDe um parlamentar da base governista: “O deputado Mané de Oliveira denunciou o padre Luiz Augusto Ferreira como funcionário fantasma da Assembleia Legislativa de Goiás”. O motivo? “O fato de o religioso da Igreja Católica ter visitado Maurício Sampaio na prisão.” Sampaio é acusado de mandante do assassinato de Valério Luiz, filho do tucano.

A denúncia contra o padre Luiz Augusto teve, assim, uma motivação pessoal. Mas não deixa de ser louvável. Parte dos deputados está irritada com Mané de Oliveira, para fazer média com o padre e com a Igreja Católica, mas não pode dizer que ele está errado.

Versão do deputado tucano

A versão do deputado estadual tucano — ele garante que não é o responsável pela denúncia — pode ser lida no link: https://www.jornalopcao.com.br/bastidores/deputado-manoel-de-oliveira-garante-que-nao-e-o-autor-da-denuncia-contra-o-padre-luiz-augusto-31023/

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

José Tansa

Que ridículo e uma falta de ética

Lia

Se teve ou não motivação pessoal, o fato está aí!!!!! O padre é funcionário fantasma nao é?????? ficou recebendo 11.000 por 20 anos e alegou que ficou todo esse tempo à disposição???? oi?????? Então não vamos desviar o foco. O fato é: EXISTE O ERRO e atras deste deve ter muitos outros. Vale o MP verificar e regularizar.

Fernando

Falta de ética do padre q recebeu sem trabalhar.? Ou do deputado q denunciou o mentiroso?

Maykon Henrique

Existe outros fantasmas que não foram denunciados…

Marcos R de Jesus

Centenas….milhares talvez……

Gilclesio Martins Pereira

Nos não aguentamos mais tanta corrupção, o povo já esta cansado será que estes ladroes não entende isto