Demolido prédio histórico em Palmeiras de Goiás, o casarão de João Mendonça

O edifício estaria “condenado” e será “reconstruído”, afirma uma pessoa no Facebook

Nilson Jaime

Conforme previ em meu livro “Família Jaime/Jayme: Genealogia e História” (página 552), o casarão de João Mendonça foi demolido, num flagrante caso de desamor à história da cidade.

“O estabelecimento comercial Farmácia Mendonça foi fundado em Pirenópolis no século XIX e transferido por João Mendonça, para Alemão, no ano de 1913. O sobrado que servia de residência à sua família, único remanescente art decó na cidade, foi construído em 1929.”

No livro, eu antevi: “Numa terra “moderna”, onde o marco histórico é sua emancipação política (1905) e não sua fundação (1832), espera-se que o sobrado não tenha o mesmo destino que outras construções antigas tombadas (literalmente, postas ao chão)”.

Infelizmente, como toda construção em Palmeiras de Goiás, o casarão não completou 100 anos.

Nilson Jaime, doutor em Agronomia, é colaborador do Jornal Opção.

Outro lado

O prédio, reconstruído, supostamente ficará assim

No Facebook, uma pessoa (assina-se Oficcina do Chef) escreveu: “Esse casarão foi demolido por questões de segurança porque estava condenado. Sua estrutura não podia ser restaurada. Mas será reconstruído com os mesmos padrões arquitetônicos e com segurança”.

1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Mirian Mendonça

Quem deu o parecer sobre a “condenação” do edifício? Cadê os laudos técnicos? E o IPHAN, manifestou-se a esse respeito?