A deputada federal Flávia Morais anda uma pilha de nervos. A líder do PDT trabalhou, em tempo integral, para assumir a supersecretaria de Cidadania, do Trabalho e da Mulher, mas perdeu-a para a deputada estadual eleita Lêda Borges (PSDB).

Em conversas com aliados, Flávia Morais teria dito que Trindade foi a principal barreira para ela assumir a supersecretaria.

Como pretende ser candidata a prefeita de Trindade, Flávia Morais terá de enfrentar o prefeito Jânio Darrot (PSDB), que, evidentemente, não quer vê-la fortalecida.

O que Flávia Morais parece não perceber é que, além do deputado federal Jovair Arantes ter trabalhado para atropelá-la, o grupo de Lêda Borges, que inclui a senadora Lúcia Vânia e o deputado federal eleito Célio Silveira, além de vários políticos do Entorno do Distrito Federal, é muito forte.