Bens de Carlão Oliveira estão indisponíveis no valor de 2,8 milhões de reais

O ex-prefeito de Goianira responde processo, no Tribunal de Justiça de Goiás, por improbidade administrativa

Na foto ex-prefeito Carlos Alberto Oliveira, o Carlão (PSDB)

Carlos Alberto Oliveira, o Carlão (PSDB): ex-prefeito de Goianira

Goianira parece não ter sorte e, por isso, há quem diga, parodiando um mexicano: “Pobre Goianira — tão perto de Goiânia e tão longe de Deus”. De um lado, o prefeito Miller Assis, do PSD — acusadíssimo. Agora, a juíza Eugênia Bizerra de Oliveira Araújo torna indisponíveis os bens o ex-prefeito Carlos Alberto Andrade Oliveira, o Carlão, no valor de 2,8 milhões de reais. O líder do PSDB em Goianira é acusado de improbidade administrativa.

Miller Assis e Carlão Oliveira são pré-candidatos a prefeito. Vão para a campanha — aliás já estão se “comendo” na pré-campanha — e terão motivos de sobra para se atacarem. Mas, como se vê, não é só o postulante do PSD que tem problemas. O tucano terá muito o que explicar aos eleitores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.