A VIX Logística, integrante do Grupo Águia Branca, apresenta o primeiro veículo elétrico pesado fabricado no Brasil, denominado Atlas. A empresa destaca que o veículo possui uma Capacidade Máxima de Tração (CMT) de 120 toneladas, impulsionada por um motor elétrico de 450 kWh, equivalente a mais de 600 cv.

Inicialmente, a VIX planeja submeter o Atlas a um período de testes de 12 meses com seus clientes, concentrando-se em ambientes fechados, como áreas portuárias e de mineração. Posteriormente, a empresa considera a possibilidade de expandir a disponibilidade do caminhão, incluindo outros tipos de aplicação.

A VIX informa que o chassi do Mercedes-Benz Axor 3344 serviu como base para o desenvolvimento do Atlas, originalmente destinado a operações off-road. No entanto, o sistema de propulsão elétrica substitui o tradicional, incorporando um conjunto de baterias de fosfato de ferro-lítio (LFP).

O sistema, segundo a empresa, possui uma capacidade de 200 kWh, proporcionando uma autonomia de até 16 horas. Com essa transição para o sistema elétrico, a VIX estima uma redução significativa de emissões, deixando de consumir cerca de 8.300 litros de diesel, resultando em uma diminuição de 21 toneladas de CO₂ na atmosfera.

Além da propulsão elétrica, o caminhão passou por outras modificações, como no conjunto de tração, garantindo a CMT de 120 t. O executivo da VIX, Elias Alves, destaca a busca pelo equilíbrio ideal entre capacidade de tração, autonomia e dimensões dos pacotes de bateria.

A recarga do veículo requer um sistema rápido de corrente contínua, e o pacote de baterias incorpora sistemas automáticos de controle de temperatura, supressão de incêndios, contenção mecânica de proteção e isolamento.

Leia também: