Goiânia se beneficia com investimentos no setor de mobilidade urbana

semana.qxd

Presidente Dilma Rousseff cumprimenta o prefeito Paulo Garcia: recursos para a mobilidade urbana | Foto: Fernando Leite/Jornal Opção

A capital goiana foi incluída no pacote do Pacto da Mo­bilidade Urbana. A presidente Dilma Rousseff anunciou na quinta-feira, 13, o repasse de R$ 3,8 bilhões para obras em seis Estados e no Distrito Federal e afirmou que o setor está atrasado. “Em todas essas cidades estamos fazendo no século XXI o que deveria ter sido feito no século passado”, avaliou a presidente.

O prefeito Paulo Garcia (PT) discursou durante a cerimônia, realizada no Palácio do Planalto, em Brasília. “Não a defendo por pertencer ao mesmo partido, mas por ter a convicção de que a senhora está realizando, à frente do governo do nosso país, um trabalho fantástico de acolhimento social”, destacou o prefeito.

O programa destina R$ 570, 3 milhões para o Estado. O corredor Goiás Norte/Sul recebeu recursos exclusivos, e terá 21,7 km de extensão, ligando as regiões Noroeste (Recanto do Bosque) e Sudoeste (Aparecida de Goiânia). O investimento de R$ 545,3 milhões no plano de mobilidade urbana sustentável, proveniente do PAC-2 e do PAC-50, é previsto pela administração municipal de Goiânia.

O secretário de Infra­es­trutura, Cidades e Assuntos Me­tropolitanos, João Balestra (PT), disse que os investimentos são um avanço e espera que, com esse capital, se resolva o caos que a capital enfrenta. Balestra prevê que até junho os projetos de extensão do BRT que ligará Santa Maria a Luziânia, no Entorno do Distrito Federal, e do Eixo Anhanguera, em Goiânia, se­jam finalizados.

semana.qxd

Entre Aspas

Barack Obama, presidente dos EUA, sobre a ideia do terceiro mandato:

“Uma terceira vez seria como fazer um terceiro ‘Se beber, não case’. Não funcionou muito bem, não é?”

 

Força Nacional prende PMs acusados de homicídios

A Operação Quarteto prendeu na quinta-feira, 13, um sargento e três cabos da Polícia Militar, em Rio Verde. Eles são suspeitos de integrarem grupo de extermínio e praticarem crimes de homicídio ligados ao tráfico de drogas. Ros­silio Correia, delegado de Rio Verde, observou que o índice de homicídios caiu desde a ação da Força Nacional (FNSP) em Goiás, que confirmou 92 inquéritos de homicídios cometidos por policiais militares. De acordo com o delegado Alexandre Lourenço, 40 inquéritos, do total de 197, são de crimes praticados na capital.

Preso será monitorado com tornozeleira

O vice-governador José Eliton, o secretário da Administração Pe­nitenciária e Justiça (Sapejus), Ede­mundo Dias, e o secretário de Segurança Pública, Joaquim Mes­quita, lançaram na segunda-feira, 10, o Programa de Monito­ra­mento Eletrônico de Presos em Goiás. Durante o evento, foram entregues 500 tornozeleiras e equipamento que servirão, primeiramente, à proteção de vítimas de violência doméstica.

No dia seguinte, Edemundo se reuniu com juízes criminais para apresentar a tornozeleiras e suas alternativas de uso. É a primeira vez que a tecnologia de monitoramento de presos é utilizada no Estado. A Secretaria de Segurança Pública (SSP) vai abrigar a Central de Mo­nitoramento e Fiscalização de utilização das tornozeleiras. Ede­mundo disse que o Estado pode ser exemplo nacional e afirmou: “Nós podemos fazer daqui a melhor execução penal do país”.

Aécio Neves tenta excluir conteúdos da internet

O pré-candidato à Presidência da República Aécio Neves (PSDB) briga nos tribunais para que seu nome seja desvinculado de matérias sobre desvio de dinheiro, enquanto governador de Minas Gerais (2003-2010). A ação é contra grandes empresas de serviço online. São links do Google, Yahoo! e Bing (servidores de pesquisa). Advogados do pré-candidato argumentam que as páginas operam com o objetivo de caluniá-lo. O Ministério Público, na época, apurava os critérios de investimento na área de saúde do Estado. Advogados do Google disseram que Aécio “parece sensível demais às críticas sobre sua atuação”.

Mensagem de Boeing desaparecido indicava normalidade no voo

Durante entrevista coletiva para os parentes dos 239 chineses que estavam a bordo do Boeing 777, da Malaysia Airlines, foi revelada a última mensagem emitida pelo avião que indicava normalidade e tranquilidade a bordo, antes do desaparecimento. O Boeing 777 desapareceu no sábado, 8, por volta de 1h30 em horário local, depois de ter decolado do aeroporto de Kuala Lumpur em direção a Pequim, na China. As buscas seguiram durante a semana. E­quipes vasculham as águas ao redor da península da Malásia.

O “The Wall Street Journal” levantou a hipótese de que a aeronave voou por até cinco horas, após ter desaparecido da tela dos radares. Cinco passageiros, com reserva, não embarcaram e dois passageiros teriam embarcado usando passaportes roubados. “A principal preocupação aqui, para mim e para as famílias envolvidas, é que encontremos a aeronave”, afirmou o ministro dos Trans­portes da Malásia, Hishammuddin Hussein.

Com 81 anos, morre o ator Paulo Goulart

O ator Paulo Afonso Miessa, conhecido pelo nome artístico Paulo Goulart, faleceu na quinta-feira, 13, na capital paulista, vítima de um estado avançado de câncer renal. Entre os meses de agosto e outubro, em 2012, Paulo ficou internado, devido a um câncer na região pulmonar, no Hospital São José, localizado no bairro Bela Vista, em São Paulo.

Nasceu em Ribeirão Preto (SP), em 9 de janeiro de 1933. For­mou-se em química industrial e, após, tornou-se ator de radionovela, com menos de 18 anos. No teatro conheceu Nicette Brunno, com quem estreou no teatro, se casou e teve três filhos, os também atores Beth Goulart, Bárbara Bruno e Paulo Goulart Filho.

Trabalhou em diversas emissoras como a Continental, Tupi, Excelsior e a TV Globo. Seu primeiro trabalho foi com Mazzaropi. Seu último trabalho foi em 2011, na novela “Morde e Assopra”.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.