O Boletim de Ocorrência de violência doméstica registrado pela modelo e apresentadora, Ana Hickmann, provocou alvoroço nas redes sociais. A denúncia contra o empresário, Alexandre Corrêa, ocorreu no último sábado, 11. Está, porém, não foi a primeira vez que a apresentadora “se machucou” com “acidentes domésticos”. 

LEIA TAMBÉM

Dados do TJGO mostram que a cada meia hora uma mulher sofre violência no Estado

Massacre: por hora, quatro mulheres são vítimas de violência em Goiás

Em 2013, Hickmann mostrou um machucado e, em seguida, as flores que ganhou do esposo depois de um incidente. Em 2022, precisou tomar antitetânica ao cortar o dedo, depois que o blindex do banheiro estourou em cima dela e poucos meses depois caiu de um cavalo, ao cavalgar no animal.

“Gente, passei por um livramento agora, juro. Levei alguns minutos para me reestabelecer porque foi um susto o que aconteceu comigo. Estava saindo do banho e, a porta do meu box, na hora que eu fechei, estourou inteirinha em cima de mim. Foi a cena mais assustadora que eu já vi na minha vida. Isso nunca tinha acontecido aqui em casa”, disse a loira em um story do Instagram na época, em agosto de 2022.

Já o imprevisto com o quadrúpede aconteceu em outubro do ano passado, quando passava férias com a família. Na ocasião, ela revelou sofrer de condromalácia patelar nos dois joelhos e, ao subir no bichinho, a região teria “falhado”. 

“Não consegui me segurar, caí de costas, bati com as costas na mureta, no lugar onde os cavalos bebem água, durante uns dez minutos quase fiquei sem ar, bati a costela, estou com hematoma gigante nas costas, mas estou inteira”, desabafou.

“Situação isolada” 

Após a repercussão da denúncia de Ana Hickmann, Alexandre Correa usou as redes sociais para se pronunciar sobre o assunto. Num texto publicado no feed do Instagram, ele diz que a briga, que culminou na agressão, foi uma “situação absolutamente isolada” e “que não gerou maiores consequências”.

“De fato tive um desentendimento com a minha esposa, situação absolutamente isolada, que não gerou maiores consequências. Gostaria de esclarecer também que jamais dei uma cabeçada nela e que tudo será devidamente esclarecido no momento oportuno”, escreveu.

Corrêa ainda falou sobre perdão, se dirigindo a seus familiares e destacou que recentemente fez bodas de pratas, sem nenhuma polêmica parecida com relação ao seu casamento, durante esse período: “Aproveito a oportunidade para pedir minhas mais sinceras desculpas a toda a minha família pelo ocorrido, são 25 anos de matrimônio, sem que tivesse qualquer ocorrência dessa natureza”.

Alexandre finalizou alegando que sempre teve estima pela esposa e por suas funcionárias. “Sempre servi a Ana como seu agente, com todo zelo, carinho e respeito, como assim trato as sete mulheres com quem trabalho no meu escritório”, concluiu.

Hickmann recusou medida 

Ana Hickmann denunciou o marido, Alexandre Correa, por violência doméstica, na noite do último sábado, 11, após ser agredida durante uma discussão na residência em que o casal mora, em Itu, interior de São Paulo. Porém, ao registrar o Boletim de Ocorrência, a apresentadora recusou medida protetiva contra o empresário.

Segundo as autoridades, Ana “tomou ciência das medidas protetivas conferidas pela Lei Maria da Penha, porém, no momento, optou por não requere-las”. A artista buscou atendimento médico no Hospital São Camilo após o episódio, que diagnosticou uma contusão no cotovelo esquerdo, orientando-a usar uma tipóia, depois de realizar um raio-x.

No documento, ela relata que as agressões começaram na frente do filho do casal, Alezinho, de 10 anos. Alexandre teria começado uma discussão na presença do menino, que ficou assustado com os ânimos dos pais, pedindo que ambos parassem de brigar. Como o conflito seguiu, Alezinho saiu correndo no momento em que Corrêa pressionou Ana contra a parede, ameaçando proferir uma cabeçada.

Em seguida, Hickmann conseguiu afastar Corrêa e ao tentar pegar o celular, que estava em uma área externa da casa, ele fechou repentinamente uma porta de correr, pressionando o braço esquerdo da mulher. Funcionários da casa também estavam com Ana Hickmann no momento que a confusão começou. Um deles se apresentou como testemunha e foi citado na delação da artista contra o esposo. Alexandre já tinha saído quando a diligência chegou no local.