Wagner Guimarães se filia ao PSDB e pode ser vice de Heuler Cruvinel em 2016

Ex-deputado assumiu superintendência estadual e voltará ao ninho tucano a convite do governador Marconi Perillo

Wagner Guimarães e Heuler Cruvinel: próximos vice e prefeito de Rio Verde?

Wagner Guimarães e Heuler Cruvinel: próximos vice e prefeito de Rio Verde?

O ex-deputado estadual e liderança política de Rio Verde Wagner Guimarães se desfiliou do PMDB oficialmente nesta semana. De malas prontas para o PSDB — a convite do governador Marconi Perillo (PSDB) –, o empresário é cotado para a vice do deputado federal Heuler Cruvinel (PSD), que deve concorrer à prefeitura da cidade nas eleições do ano que vem.

Wagner Guimarães deixa o PMDB por insatisfações pessoais com o partido, tanto em âmbito nacional quanto estadual. “Está uma vergonha”, resumiu em entrevista ao Jornal Opção Online. O que consta, nos bastidores, é que há um sentimento de decepção muito grande com o ex-governador Iris Rezende, que teria abandonado o ex-deputado — por diversas vezes. Wagner sempre trabalhou pelo PMDB (partido no qual militou por 16 anos) e foi um dos grandes aliados do casal Iris na região.

“Quando tomei a decisão de me desfiliar, comuniquei a três pessoas do PMDB: Isaac Portilho e Valdério Oliveira, dois companheiros de Rio Verde; e o senhor Iris Rezende. Fui ao escritório dele em Goiânia e conversamos. Mas ele já sabia. Entende mais do que eu, afinal, tem mais anos de política”, explicou.

paulo-henrique-guimaraes-jota-euripedes

Paulo Henrique Guimarães (Foto: Jota Eurípedes)

Nesta semana, o Wagner Guimarães assumiu a Superintendência de Fomento às Políticas Regionais de Desenvolvimento da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Científico e Tecnológico e de Agricultura, Pecuária e Irrigação (SED). O convite partiu do governador Marconi e do vice/titular da pasta, José Eliton (PP). A ideia de uma possível candidatura com Heuler na disputa de 2016 também teria dedo do tucano-chefe.

A única ponderação que Wagner terá que fazer é com relação ao futuro do filho, o vereador Paulo Henrique Guimarães (PMDB). Atualmente titular da Secretaria de Turismo de Rio Verde, o jovem também é cotado para a vice da chapa aliada ao prefeito Juraci Martins. Caso a vaga fique com o pai, Paulo Henrique deve desistir de concorrer à reeleição no ano que vem — devido, claro, a impedimento legal.

Paulo Henrique Guimarães não deve se desfiliar do PMDB, a menos que o partido abra processo de expulsão contra ele. No entanto, não há precedentes contra o vereador. PSD e PMDB são aliados em nível nacional, o que justificaria sua participação na gestão Juraci. Consta ainda que não há diretório formado do PMDB em Rio Verde e, assim, não haveria como julgá-lo.

2 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
2 Comment authors

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Tiago Saneago

Wagner que Deus continue te abençoe nesta nova empreitada. o sr é homem de honra e serviço prestado.. e conte comigo meu amigo….

Dudu

Adendo: perante a legislação eleitoral, não haveria qualquer impedimento na dupla candidatura de Wagner e do filho. O impedimento só ocorreria se Wagner fosse prefeito e o filho candidato sem mandato (em reeleição ele tambem poderia)