O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) se reuniu, nesta segunda-feira, 9, com os 27 governadores, ou representantes dos Executivos estaduais do país. O encontro aconteceu no Palácio do Planalto. Durante a reunião, as autoridades defenderam a pacificação e a democracia.  

A agenda ocorre um dia após os atos antidemocráticos, de terrorismo e de vandalismo registrado na Praça dos Três Poderes, em Brasília. Essa é a primeira vez que o petista encontra com chefes estaduais desde a posse, em primeiro de janeiro.

Lula fez críticas à Polícia Militar do Distrito Federal e aos generais das Forças Armadas que tiveram comportamento omissos e coniventes com os vândalos bolsonaristas que destruíram os poderes no DF.