Villa Mix deixa de transmitir show de Anitta e cantora rebate: “Pobres de espírito”

Artista tem problemas com organização do festival desde a edição de Goiânia, quando ela se atrasou e teve sua apresentação cancelada

Foto: Divulgação

“Tem gente que acha que prejudicando a gente, vai fazer a gente desistir”, disparou a cantora no palco do Festival Villa Mix | Foto: Divulgação

A cantora Anitta se apresentou no último domingo (13/11) no Festival Villa Mix do Rio de Janeiro (RJ) e reacendeu a polêmica sobre o cancelamento do seu show na edição goiana do evento. Além de agradecer à plateia pela pontualidade, em referência ao episódio em Goiânia, ela mandou uma indireta a quem tenta prejudicá-la, o que foi entendido como um recado para a organização.

Em julho, quando foi realizado o festival na capital goiana, a cantora se apresentaria às 15 horas, mas só chegou ao local do show às 16h45. Segundo a organização do festival, ela queria remanejar sua apresentação para as 18 horas, o que não foi possível. A sugestão foi adotar um horário posterior, mas Anitta teria recusado a proposta.

Depois do pronunciamento da Villa Mix, Anitta foi para suas redes sociais explicar que se atrasou porque o aeroporto de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro, foi fechado e ela não conseguiu pegar um vôo. Ela afirmou ainda que chegou a alugar um avião, mas não foi possível chegar à tempo.

Na edição de domingo, a organização do evento decidiu não transmitir o show dela, ao contrário do que foi feito com todo o restante do festival, que pôde ser acompanhado pelo YouTube. Pelas redes sociais, fãs da cantora criticaram a atitude e pediram para assistir à apresentação.

Ao subir no palco, Anitta disparou: “Tem gente que acha que sacaneando a gente, prejudicando a gente, vai fazer a gente desistir”, disse ela. “Só que essas pessoas esquecem que nem todo mundo é pobre de espírito que nem eles”, completou, “Eu prometo pra vocês que eu vou fazer o nosso funk carioca ser respeitado no nosso país! Nosso funk nasceu aqui, foi feito aqui e merece ser respeitado sim.”

Ela também usou sua apresentação para falar de machismo: “Uma vez eu peguei um cara que falou assim pra mim: ‘Se tu fosse minha mulher, a primeira coisa que ia mudar é se rebolar aí na frente dos outros que ia acabar’”. “Aí eu falei, ‘ah, entendi, pra me pegar é legal; pra ser tua mulher não dá’. Hipocrisia é que não dá, sabe por quê? Eu prefiro ficar sozinha do que ser subordinada”, finalizou, sob aplausos da plateia.

Veja o vídeo do desabafo da cantora:

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.