Vídeo: Moro ataca PEC que afeta independência do MP

Ex-ministro da justiça divulgou vídeo em sua conta no Twitter. Seguidores se dividem para apoiarem e criticarem

Moro ataca PEC 5/2021 em vídeo. | Foto: reprodução Twitter

O ex-ministro da justiça Sérgio Moro divulgou um vídeo, na última segunda-feira (18), em que ataca a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que compromete a independência do Ministério Público (MP). Em sua conta no Twitter, o ex-juiz federal expôs o intuito de políticos em aprovarem o texto e se colocou contra a reforma.

A proposta foi apelidada “PEC da Vingança”, pois, segundo críticos, permitir a interferência de políticos no órgão evitaria investigações sobre pessoas influentes. “Você acha que o promotor vai ter condições de realizar seu trabalho sem medo de sofrer retaliações ou punições quando, por exemplo, investigar uma pessoa poderosa que tiver influência política?”, questiona Moro no vídeo.

O ex-juiz inicia o vídeo com explicações acerca do papel do MP. “Sabe aquele promotor de justiça da sua cidade ou de Brasília? Ele faz parte do Ministério Público. Junto da polícia, eles investigam traficantes de drogas, pedófilos, ladrões de bancos e até mesmo corruptos”, diz Moro.

Ao apontar a corrupção, o ex-ministro da justiça avalia a consequência da aprovação da PEC 5/2021. “Se for aprovada, vai permitir que políticos interfiram no trabalho do Ministério Público, ou seja, na atividade daquele promotor. Essa proposta não é boa para o Brasil. Tirar a independência do Ministério Público é desproteger a sociedade. É deixar as vítimas daqueles crimes vulneráveis”, apontou Sérgio Moro.

Após explicitar a necessidade de independência do MP, Moro pede que a população cobre dos deputados a rejeição da PEC.

Repercussão

Moro foi juiz da Operação Lava Jato. Ao lado do Procurador da República Deltan Dallagnol, condenou o ex-presidente Lula no caso do Tripléx. A sentença retirou o petista do pleito eleitoral de 2018, que elegeu Bolsonaro. A imparcialidade da justiça e do membro do Ministério Público Federal (MPF) foi questionada na época.

O episódio foi lembrado por seus seguidores no Twitter. “MP forte e independente, tudo o que não houve no seu caso, quando trocou receitas de bolo de chuva com Deltan”, escreveu um seguidor. “Quem é você para falar em independência de alguma coisa? Você armava com o próprio Ministério Público para condenar pessoas”, atacou outro.

O vídeo também teve comentários de apoiadores, que defendem Moro como terceira via frente a Lula e Bolsonaro em 2022. “Vai ser muito divertido te ver com essa sua incrível oratória num debate frente a frente com Lula. Vai dar até pena”, escreveu um apoiador.

Outros, já veem Moro em campanha política. “Imagino essa energia em cima de um palanque em 2022”, apontou um seguidor.

Veja o vídeo:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.