Vídeo: declaração sobre “pátria armada” faz deputado bolsonarista xingar bispo, CNBB e o papa

Da tribuna da Assembleia paulista, Frederico D’Avila (PSL-SP) chamou Dom Orlando Brandes de “vagabundo”, “safado”, “nojento” e “pedófilo”

Na missa da celebração do Dia da Padroeira do Brasil, o arcebispo de Aparecida (SP), Dom Orlando Brandes, fez um sermão no qual afirmou, sem citar ninguém, criticou as fake News e disse que “Pátria amada não é Pátria armada”.

Um deputado bolsonarista resolveu “vestir a carapuça”. Da tribuna da Assembleia Legislativa de São Paulo Frederico D’Avila (PSL-SP) chamou o bispo de Aparecida de “safado, vagabundo e pedófilo”. Sobrou xingatório também para a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e para o Papa Francisco.

“Seu safado da CNBB, dando recadinho para o presidente [Bolsonaro], para a população brasileira, que pátria amada não é pátria armada. Pátria amada é a pátria que não se submete a essa gentalha”, disse o parlamentar no vídeo”.

Veja o trecho no vídeo a seguir:

No discurso, sempre sem citar ninguém, Dom Orlando também havia criticado a política de governo no combate à pandemia de Covid-19 e lamentou a morte de mais de 600 mil pessoas pela doença. O religioso enalteceu o poder da ciência e destacou a importância da vacina.

Uma resposta para “Vídeo: declaração sobre “pátria armada” faz deputado bolsonarista xingar bispo, CNBB e o papa”

  1. Avatar Y disse:

    O deputado mostrou o que ele realmente toma conta. Perseguidor é não olha as necessidades da população. Medíocre, também diz um ditado” Quem grita não tem razão e nem argumentos. “

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.