Veja quais são as tendências de profissões do futuro

Carreiras que a salvo estão relacionadas à tecnologia, gestão de equipes e atendimento ao cliente

Foto: Reprodução

Com a revolução tecnológica que atravessamos, novas ocupações surgem dentro das profissões tradicionais. Profissionais que querem se manter ativos têm de inventar novos usos para seus empregos. Segundo o Center for the Future of Work, instituição que estuda a mudança do mercado de trabalho, negócios baseados em habilidades antigas estão perdendo espaço dentro da economia atual.

Ainda mais: levantamento da rede social de negócios LinkedIn revela que a procura por ocupações como gestor de mídias sociais cresceu em média 122% ao ano entre 2015 e 2019, enquanto atendente de telemarketing, agente de viagens, caixa de banco e empregos repetitivos e pouco especializados decaíram no mesmo período. 

Outro fenômeno é o cargo de assistente de mídias sociais, com alta anual de 60%. “As mídias sociais promovem uma comunicação indispensável entre empresa e público. O trabalho de um profissional da área é crucial para que o diálogo seja assertivo. Com isso, surge uma procura maior por bons gestores de mídias sociais”, explica a professora de Marketing Digital do Centro Universitário Internacional Uninter, Maria Carolina Avis.

Nem todos os profissionais estão prontos para essa revolução, entretanto. “As carreiras tradicionais continuam muito parecidas, mas com novas possibilidades. Há alguns anos, não pensaríamos que drones pudessem ser usados no Direito, por exemplo, para investigação criminal. Hoje, isso é uma realidade”, afirma Rafael Yorck, consultor de carreira do Cedaspy, rede de escolas de capacitação de jovens para o mercado de trabalho.

“Na tecnologia da informação, a demanda se multiplica exponencialmente”, diz Rafael Yorck. “Hoje, um bom profissional é aquele que aproveita as tendências e aposta em tecnologia dentro da carreira que escolheu. As empresas buscam perfis com domínio básico de tecnologia, de análise de dados e de processamento de informações. A chave do sucesso é entender como a tecnologia funciona na sua área de atuação”, explica Rafael Yorck.

Exemplos de ocupações que vêm crescendo na área da tecnologia da informação são os engenheiros de cibersegurança e cientista de dados. “Precisamos suprir o mercado de trabalho com profissionais capacitados em todos os segmentos que fazem uso de tecnologias, pois o ritmo de avanço está intenso. As instituições de ensino superior cumprem o papel de organizar a formação profissional para atender às novas demanda”, diz o reitor do Centro Universitário Internacional Uninter, Benhur Gaio.

Maria Carolina Avis também explica que profissões ligadas a pessoas e serviços também continuarão em alta. Carreiras que exigem habilidades de relacionamento, comunicação e trabalho em equipe não podem ser facilmente substituídas por aplicativos e inteligências artificiais. “São funções que as máquinas não conseguem substituir. As organizações continuarão precisando de pessoas para lidar com inteligência emocional, liderança e resolver problemas na equipe de trabalho”, conta.

Alguns exemplos destas ocupações são os conselheiros de saúde e de finanças, atendimento virtual ao cliente, transporte, alimentação e vestuário. “Aprender a parte operacional não basta. É preciso ter habilidades de marketing, comunicação, publicidade e planejamento estratégico”, diz  Maria Carolina Avis. Os cursos livres são considerados complementos à formação, já que são mais voltados para a parte técnica.

Com aumento da expectativa de vida, cresce também a carreira profissional, o que possibilita o trabalho em várias carreiras – executivos viram consultores ou professores, empregados do setor privado montam seu próprio negócio etc. “Ficar preso à uma atividade que não gosta é coisa do passado”, conta o consultor do Cedaspy, Rafael Yorck. “As novas gerações têm mais personalidade e informação para decidirem o que querem”.

Confira a lista 

Carreiras em alta

Analista de dados

Especialista em Inteligência Artificial

Desenvolvedor de TI

Conselheiros (saúde, finanças, carreira)

Especialista em e-commerce

Especialista em redes sociais

Vendedor

Profissional de Marketing

Gestor de atendimento ao cliente

Gestor de Recursos Humanos

Funções que devem desaparecer

Motorista

Caixa de banco

Carteiro

Trabalhador do campo

Agente de viagens

Comissário de bordo

Caixa de supermercado

Atendente de telemarketing

Frentista

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.