Vanderlan se compromete a devolver dinheiro a quem pagou adicional de IPTU em Goiânia

Candidato do PSB criticou proposta de “mapeamento aéreo” feita pela atual gestão, que culminou em taxa extra 

O candidato do PSB à prefeitura de Goiânia, Vanderlan Cardoso, afirmou que vai devolver o dinheiro para os contribuintes que pagaram irregularmente o IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) em 2016, assim que assumir a prefeitura de Goiânia no próximo ano.

“Foi uma irresponsabilidade cobrar este imposto extra do que chamaram de puxadinhos. A população ela tem o maior prazer em pagar seus impostos quando os benefícios aparecem. O imposto tem de ser justo. O que não pode é Goiânia perdendo receitas buscar, simplesmente para recuperar o orçamento, aumentar o IPTU”, pontuou.

Moradores da capital foram cobrados por melhorias em seus imóveis sem que fosse verificado pessoalmente se estas obras tinham, de fato, ocorrido. Em alguns casos, tendas colocadas nos quintais aparecerem em imagens de satélite como se fossem “expansões nas construções”, gerando aumento no imposto.

“O que precisamos é recuperar na base, na geração de emprego, nos polos de desenvolvimento, como na confecção que foi abandonada. Com o aumento das receitas o IPTU não precisa subir acima da inflação. O aumento na renda e no consumo por parte da população faz com que os impostos arrecadados sejam suficientes”, completou.

Em maio deste ano, a prefeitura anunciou que cobraria a diferença de valor no IPTU do contribuinte que teria construído novos cômodos sem informar o poder público. A tarifa extra, apelidada de IPTU Aéreo, teve como base um mapeamento feito durante seis meses. Segundo estimativa da Secretaria de Planejamento e Habitação (Seplanh), quase 130 mil imóveis estão irregulares. Desde que foi anunciada, a cobrança foi muito questionada na Câmara Municipal de Goiânia.

Veja vídeo:

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.