UFG desenvolve protótipo de respirador mecânico mais barato que convencionais

Universidade espera produzir até 20 unidades por semana por meio de consórcio com empresas locais. Valor é 4 vezes mais barato que aparelhos convencionais 

Respirador convencional | Foto: Reprodução

Produzido pela Escola de Engenharia, a Universidade Federal de Goiás (UFG) vai apresentar um protótipo de respirador mecânico com valor quatro vezes mais barato que os convencionais. A apresentação será no próximo sábado, 9, esperando a instituição fechar um convênio com empresas para a confecção de até 20 aparelhos por semana.

Com o convênio firmado, a UFG, que é detentora do projeto, disponibilizará o direito da produção para esta empresa, com o intuito de produzir ventiladores para a rede pública de saúde. Para testar este formato de parceria, mesmo antes de ter o registro na ANVISA, a UFG irá produzir algumas unidades – com o intuito de preparar e testar a linha de produção proposta, informa publicação da universidade.

Segundo o professor da EMC, Sigeo Kitatani Júnior, um dos líderes do projeto, o preço médio de um respirador encontrado no mercado é de R$ 60 mil e o prazo de entrega gira em torno de 90 a 180 dias. Com a evolução da crise, muitos destes prazos poderão não ser cumpridos: “Poderemos chegar a uma produção de 20 ventiladores por semana, caso tenhamos todos os recursos, inclusive de preparação das empresas”, destaca Sigeo. (Com informações da Secom UFG)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.