“Tudo o MP se mete. Algumas vezes com razão, outra não”, diz Bolsonaro

Para ele, órgãos de fiscalização e controle inviabilizam obras e colocam entraves em projetos

Em evento que o homenageava, na Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), o presidente Jair Bolsonaro (PSL) comentou sobre a atuação de órgãos de fiscalização e controle e soltou: “Tudo o MP se mete. Algumas vezes com razão, outras não”.

Ele também citou a Fundação Nacional do Índio, e falou sobre “entraves” para projetos, como construção de hidrelétricas. Ele colocou como exemplo o impasse para construção de uma linha de energia entre Manaus e Boa Vista.

Segundo ele, para conseguir viabilizar essa linha, chamada de Linhão do Tucuruí, terá que recorrer ao seu Conselho de Defesa Nacional “A Funai queria um prazo até 15 de maio para ouvir os índios. Esse “ouvir” cada um entenda como bem entender. Se Deus quiser vamos resolver a questão neste ano”, disse.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.