Trump usa palavra de baixo calão para falar sobre países latinos e africanos

Presidente dos Estados Unidos chamou de “buracos de merda” El Salvador e Haiti e causou revolta em senadores

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, chamou de “buracos de merda” El Salvador, Haiti e vários países africanos, e sugeriu que preferiria receber em seu país mais imigrantes da Noruega ao invés dessas nações, de acordo com publicação do jornal “The Washington Post”.

“Por que temos todas essas pessoas de países buracos de ‘merda’ vindo aqui?”, afirmou ele, durante uma reunião com legisladores na Casa Branca na última quinta-feira (11/1).

Segundo o jornal, que entrevista duas fontes que participaram do encontro, Trump reagiu dessa forma quando dois senadores propuseram um projeto de lei migratória que concederia vistos a alguns dos cidadãos de países que foram retirados recentemente do programa de Status de Proteção Temporária (TPS, em inglês).

O presidente sugeriu que os Estados Unidos deveriam receber mais imigrantes de países como a Noruega, cuja primeira-ministra, Erna Solberg, se reuniu na última quarta-feira com Trump, de acordo com o jornal.

O jornal “Los Angeles Times” confirmou o relato do “Washington Post”, e acrescentou que, antes de proferir o insulto, Trump exclamou: “Para que queremos haitianos aqui? Para que queremos toda esta gente da África aqui?”

A Casa Branca não negou as declarações.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.