Três são presos suspeitos de envolvimento em tentativa de latrocínio contra juiz

Além do jovem, que foi apreendido, duas mulheres foram presas acusadas de envolvimento em tentativa de latrocínio contra magistrado em Goiânia

Um menor de idade foi apreendido e duas mulheres foram presas na madrugada desta segunda-feira (21/8) suspeitos de envolvimento em tentativa de assalto que deixou ferido o juiz Átila Naves do Amaral, da 2ª Vara Cível de Goiânia.

Os agentes da Rotam chegaram aos demais suspeitos após localizar um dos envolvidos no Cais do Setor Amendoeira. Ele estava alvejado com um tiro no braço e, aos agentes, confessou ter participado da tentativa de latrocínio. Ele está no setor de carceragem do Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo), onde passará por cirurgia. 

Os presos foram encaminhados para a Central de Flagrantes e a polícia ainda procura outros dois suspeitos de envolvimento no crime. O homem e as duas mulheres foram autuados por tentativa de latrocínio, associação criminosa e corrupção de menores.

O juiz Átila Naves do Amaral foi baleado de raspão na mão e na perna após reagir a um assalto quando saia de um prédio na noite do último domingo (20), em frente ao Parque Flamboyant, no Jardim Goiás. Ele está internado no Instituto Ortopédico de Goiânia e não corre risco de morrer.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.