Trabalhadores da Saúde de Senador Canedo paralisam atividades nesta sexta-feira (18)

Decisão foi tomada durante assembleia geral realizada no último dia 9

PSF São João, em Senador Canedo | Foto: Renan Accioly

Sem avanços nas negociações com a Prefeitura de Senador Canedo para implantar o Plano de Carreiras, os servidores da rede municipal de saúde vão paralisar os atendimentos na tarde desta sexta-feira (18). Os serviços estarão suspensos das 13 horas às 19 horas com ponto de concentração na Unidade de Pronto Atendimento.

A decisão foi tomada durante assembleia geral realizada no último dia 9. Os trabalhadores decidiram que as paralisações vão ocorrer nos dias 18, 23 e 30 de agosto e servirão de alerta podendo resultar em uma greve geral no município, caso as negociações não avancem.

Segundo informações do Sindicado dos Trabalhadores do Sistema Único de Saúde no Estado de Goiás (Sindsaúde-GO), durante campanha, o atual prefeito, Divino Lemos, chegou a assinar um termo se comprometendo com a valorização dos servidores de Senador Canedo por meio da implantação do plano de carreiras, mas, agora, se recusa a cumprí-lo alegando falta de recursos financeiros.

Apesar do argumento, segundo o Sindsaúde, um levantamento financeiro realizado pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) aponta que a prefeitura tem sim margem legal dentro da Lei de Responsabilidade Fiscal para implantar o plano de carreiras. (Do Sindisaúde)

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.