Temer volta atrás e decide assinar repasse de R$ 2 bilhões a municípios

Após repercussão negativa, governo federal irá publicar edição extra do Diário Oficial para confirmar medida 

O presidente Michel Temer (PMDB) decidiu assinar, na tarde desta sexta-feira (29/12), a medida provisória (MP) que libera o repasse de R$ 2 bilhões para municípios brasileiros. Segundo “O Antagonista”, a publicação será feita em uma edição extra do Diário Oficial.

 

A decisão vem após a Confederação Nacional dos Municípios (CNM) divulgar uma dura nota de repudio contra o governo federal, criticando o descompromisso para com os prefeitos e anunciando que iria recorrer ao Congresso Nacional.

O recurso foi anunciado por Temer no mês passado como forma de ajudar as prefeituras a “fechar as contas” de 2017 e deveriam ter sido depositados na última quinta-feira (28/12), o que não aconteceu.

Ao Jornal Opção, o Ministério do Planejamento afirmou apenas  “estudava” forma para liberar o recurso, mas prefeitos ligados à CNM e à Federação Goiana dos Municípios (FGM) teriam sido informados por interlocutores da pasta que não seria possível concluir o repasse ainda neste ano.

 

 

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.