Temer vai ao Congresso levar nova meta fiscal e é recebido com protestos

Manifestantes o chamavam de golpista depois que ministro do Planejamento foi gravado sugerindo que impeachment foi tentativa de barrar Operação Lava Jato

Brasília- DF 23-05-2016 Presidente interino, Michel Temer, durante entrega da meta fiscal 2016 ao presidente do senado Renan Calheiros. Foto Lula Marques/Agência PT

Manifestantes pediram também a prisão de Romero Jucá | Foto: Lula Marques/Agência PT

Ao chegar ao Congresso Nacional nesta segunda-feira (23/5) para entregar o projeto de lei que reduz a meta fiscal, o presidente interino da República, Michel Temer (PMDB), foi recebido com vaias e gritos de “golpista” por manifestantes.

Junto dele estavam os ministros Geddel Vieira Lima, da Secretaria de Governo; Eliseu Padilha, da Casa Civil; Henrique Meirelles, da Fazenda; e do agora afastado ministro do Planejamento Romero Jucá (PMDB-RR).

Além de chamar Temer de “golpista”, os manifestantes também pediram a prisão de Romero Jucá, comparando a situação do ministro com a do ex-líder do governo Delcídio do Amaral. Jucá foi gravado ao telefone com o ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado, defendendo o afastamento da presidente Dilma Rousseff (PT) como uma maneira de barrar as investigações.

Em sua página no Facebook, o senador Alvaro Dias (PV-PR) compartilhou vídeo que mostra o momento da chegada do peemedebista ao Congresso, em que é possível ver uma grande quantidade de pessoas gritando contra Michel Temer (Com informações da Agência Brasil).

Confira o vídeo que mostra o momento da chegada de Temer ao Congresso Nacional:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.