Temer diz que PEC do Teto de Gastos evitará aumento de impostos

Na Índia, presidente participa de encontro dos Brics, onde defendeu limitação dos gastos públicos

Presidente Michel Temer, durante jantar informal, em homenagem aos Chefes de Estado e de Governo do Brics, oferecido pelo Senhor Narendra Modi, Primeiro-Ministro da República da Índia. | Foto: Beto Barata/PR

Presidente Michel Temer, durante jantar informal, em homenagem aos Chefes de Estado e de Governo do Brics, oferecido pelo Senhor Narendra Modi, Primeiro-Ministro da República da Índia. | Foto: Beto Barata/PR

O presidente Michel Temer afirmou, durante reunião dos Brics na Índia, que o governo está “tentando evitar qualquer espécie de nova tributação” ao povo brasileiro e isso é possível em função da aprovação da Proposta de Emenda à Constituição 241, a chamada PEC do Teto de Gastos.

Em entrevista coletiva concedida após um almoço promovido pela Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan), durante a reunião do bloco, o peemedebista disse que não pretende aumentar a valor da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide), tributo que incide no preço dos combustíveis. O aumento foi cogitado por especialistas da área econômica após a Petrobras anunciar ontem a redução do preço da gasolina e do diesel.

Temer disse que foi informado pelo presidente da Petrobras, Pedro Parente, que a redução do valor cobrado pelo litro da gasolina e do óleo diesel está vinculado ao mercado internacional. Segundo o presidente, a cada mês ou a cada dois meses a estatal vai reavaliar os preços.

“Não há nenhuma previsão, neste momento, para essa espécie de aumento. Aliás, quando nós pensamos no teto dos gastos públicos, nós pensamos exatamente na possibilidade de evitar qualquer tributação. Vocês verificaram que, durante um bom período, falou-se na CPMF, e a todo momento havia a história de que a CPMF viria. Estamos tentando evitar o quanto possível qualquer espécie de nova tributação”, garantiuTemer.

Na Índia, o presidente participou ainda de um jantar oferecido pelo primeiro ministro indiano, Narendra Modi, aos chefes de Estado que estão em Goa para a reunião da VIII Cúpula do Brics.

No último evento previsto no primeiro dia de visita à Índia, Temer posou ao lado dos presidentes dos demais países do bloco, vestindo um colete típico daquele país. Também participam da cúpula os presidentes da África do Sul, Jacob Zuma, da China, Xi Jinping, e da Rússia, Vladimir Putin.

Após participar da reunião, Temer seguirá para o Japão, em busca de acordos para p as oportunidades abertas pelo Plano de Parcerias de Investimentos, projeto de parcerias com empresas privadas para a concessão de obas de infraestrutura. (As informações são da Agência Brasil)

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.