Suspeito de participar da morte de PM é morto pela Rotam

Ao ser abordado pelos militares, ele teria disparado contra os policiais, que revidaram, segundo relatos da corporação

Suspeito de participar da morte de PM é morto pela Rotam
PM morto durante assalto em Aparecida / Foto: Reprodução

O deputado federal Delegado Waldir (PSL) anunciou, por meio de seu perfil no Instagram, a morte de um dos participantes do assalto que resultou na morte do policial militar integrante da Rondas Ostensivas Táticas Metropolitanas (Rotam), sargento José Pereira da Silva, de 44 anos, na quarta-feira, 17.

O terceiro suspeito, Weberson Pereira dos Santos, 20 anos, foi encontrado, na manhã desta sexta-feira, 19, escondido em uma casa no setor Jardim Miramar, em Aparecida de Goiânia. Ao ser abordado pelos militares, o suspeito teria disparados contra os PMs que revidaram.

Na publicação, o parlamentar declarou: “Quem com ferro fere, com ferro será ferido. Mais um CPF cancelado pela Rotam-GO. Esse era um dos assassinos do nosso guerreiro, policial, assassinado essa semana em latrocínio”.

Alguns dos seguidores do deputado que reagiram ao post, comemoraram a notícia. Um deles comentou: “Presente de Páscoa. CPF cancelado”. Outro, disse ter achado “a foto pesada” em tom irônico. Em seguida acrescentou: “posta mais!”

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Marcos Viotto

Que pena.
O PT está de luto.

Ronaldo. .

Parabéns a polícia e que cancele muitos outros CPFs –

José Magno Dos Santos

Essas pessoas que acharam errado o que foi dito pelo deputado deve ser da mesma laia do vagabundo que matou o policial

COLEMAR CARDOSO CORREIA

FACA NA CAVEIRA. SOMOS UMA IRMANDADE. MEXEU COM UM UM , MEXEU COM TODOS.

Pedro

Já foi tarde. Parabéns pra vcs policiais. Teria que matar pelo menos uns 100 por dia

Arnaud

Parabéns a rotam que serja sempre assim mandando estes vagabundo safados para o inferno

JOAQUIM PEDRO DE MORAIS

Alguém tinha alguma dúvida de que ele ia revidar? Mesmo sem bala, o tiro seria disparado. E haverá uma rebelião na casa onde o de menor será internado. Eu acho que ele vai morrer!

James Clayton

O cara era suspeito e fizeram isso??? Imaginem se fosse réu confesso. Agora, pior que a ação de extermínio da PM, é esse deputado fanfarrão comemorando a morte do suspeito.
Se tivesseesmo preocupado com a vida do policiais, teria feito um projeto para os caras ganhar um salário digno.
Mas ele só está preocupado com voto!!!

MARCONDES DE FEITAS MOREIRA

Parabéns para a polícia.

Lindon Jhonson Honorato Lima

Uma resposta a altura pra bandidagem que não mudar de profissão, parabéns a brioza polícia militar do Estado do Goiás