Suspeito de matar jovem universitária é preso em São Paulo

Michael da Silva também é suspeito pela tentativa de homicídio contra uma vizinha 24 horas antes da estudante de biologia sair para fazer uma caminhada e desaparecer

O suspeito de matar a universitária Mayara Roquetto Valentim, 23, foi preso na tarde desta quarta-feira, 18, em São João da Boa Vista, São Paulo. Michael Douglas da Silva foi encontrado escondido em uma área de mata na Serra da Paulista, entre as cidades de São João da Boa Vista e Água da Prata. O homem sofre de esquizofrenia e vinha sendo procurado desde a noite de sábado.

Michael da Silva também é suspeito pela tentativa de homicídio contra uma vizinha dele, 24 horas antes da estudante de biologia sair para fazer uma caminhada e desaparecer. A suspeita é que, após tentar matar a tiros a vizinha, e a arma falhar, ele tenha ido para a região da Serra Paulista se esconder. Nisso, o homem teria encontrado Mayara e esfaqueado a jovem 28 vezes. No quarto do suspeito, foram encontradas imagens de suásticas e menções a Lázaro Barbosa.

O caso aconteceu no último domingo, 15. Segundo a Polícia Civil de SP, a universitária saiu de casa por volta das 11 horas e não retornou. Com a demora para retornar para casa, familiares relataram o desaparecimento à polícia e promoveram buscas, com amigos, na área de mata em que ela caminharia. O corpo de Mayara foi encontrado com ferimentos de faca no braço, mão, tórax e cabeça, por um amigo que ajudava nas buscas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.