Suposto serial killer pode responder por mais dois homicídios

Tiago Henrique havia confessado os assassinatos de Karine Faria e Mateus Morais. Exame de balística comprovou autoria

O suposto serial killer de Goiânia, Tiago Henrique Gomes da Rocha, pode responder por mais dois homicídios. Na última sexta-feira (24/7), o juiz Jesseir Coelho de Alcântara, da 1ª Vara Criminal de Goiânia, recebeu da delegada Lúcia Aparecida de Oliveira, titular da Delegacia de Investigações de Homicídios (DIH), um ofício encaminhando as investigações dos assassinatos de Karine dos Santos Faria e Mateus Henrique Rodrigues de Morais, que estava em tramitação no Juizado da Infância e da Juventude.

A investigação dos crimes apontava um adolescente como autor, mas o exame de balística comprovou que as balas que atingiram os corpos das vítimas eram compatíveis com a arma apreendida com o suspeito.

Karine Faria e Mateus Morais foram assassinados na noite de 27 de julho de 2014 em uma lanchonete no Setor Leste Universitário. À época, a autoria dos crimes foi atribuída a um ex-namorado da jovem. Ele foi preso em Goianira, mas, quando foi ouvido no Juizado da Infância e da Juventude de Goiânia, negou que tivesse cometido os homicídios.

Quando foi preso, o suposto serial killer confessou a autoria dos assassinatos dos jovens e, com o exame de balística, ficou comprovado o que foi afirmado por Tiago Henrique.

* Com informações do Centro de Comunicação Social do TJGO

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.