Suposto serial killer confessou crimes para “aumentar ranking de mortes”

Afirmação é da delegada Flávia Santos, durante depoimento em processo que apura homicídio de mais um morador de rua

Foto: Hernany César

Foto: Hernany César

A delegada Flávia Santos Andrade disse em audiência no Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO), na tarde desta segunda-feira (17/8), que Tiago Henrique, o suposto serial killer, afirmou em depoimento que havia confessado a autoria de alguns homicídios para “aumentar o ranking de mortes”.

Flávia fez a afirmação durante depoimento sobre o processo que apura o homicídio do morador de rua Paulo Sérgio Xavier de Bastos. O assassinato ocorreu no dia 5 de novembro de 2012, em um ponto de ônibus na Avenida Araguaia, nas proximidades da Praça Cívica. Assim como em outras audiências, Tiago Henrique manteve-se em silêncio.

De acordo com a delegada, depois de ser preso, Tiago Henrique confessou vários crimes no primeiro interrogatório, mas depois voltou atrás. Flávia garantiu que na investigação da morte do morador de rua levou em consideração o exame de balística de cinco homicídios, e que detectou que as balas saíram da mesma arma. Além disso, a delegada viu semelhança na forma de atuação do suspeito.

O juiz Jesseir de Alcântara, que presidiu a audiência, explicou que tramitam na 1ª Vara Criminal de Goiânia 32 processos de Tiago Henrique. Já foram proferidas 21 decisões de pronúncia e a defesa recorreu, até o momento, em 18 delas.

Leia mais:

Suposto serial killer nega que tenha matado jovem e afirma ter sido coagido a confessar crime
Suposto serial killer diz não se lembrar de mais uma morte
Suposto serial killer é flagrado com objeto pontiagudo em audiência no TJGO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.