Sobe para oito o número de mortos em Capitólio, MG

Pelo menos quatro barcos foram atingidos. Segundo o Corpo de Bombeiros, há dois desaparecidos

Ainda em buscas para encontrar desaparecidos após o desabamento de um cânion em Capitólio, o Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG) confirmou oito mortes. O número foi atualizado após novas buscas no local. A procura foi interrompida na noite de sábado, 08, no entanto e foram retomadas na madrugada deste domingo, 9, quando foram encontrados outros dois corpos.

Pelo menos quatro barcos foram atingidos durante o incidente e, além das vítimas fatais, de acordo com os Bombeiros, outras 32 pessoas ficaram feridas, algumas delas tiveram que ser hospitalizadas nas cidades de Passos, Piumhi e São José da Barra.

A chefe da Divisão de Medicina Legal do Interior da Polícia Civil de Minas Gerais, Marcela Sena Brava, informou que peritos já estão no local para auxiliar na liberação dos corpos. Eles serão encaminhados para o Instituto Médico Legal de Passos. Também há o auxílio da Marinha, por meio das Equipes de Busca e Salvamento (SAR), que vão abrir um inquérito para apurar o incidente. 

Buscas continuam

Os trabalhos de buscas continuam nas proximidades do local da queda. Envolvem cerca de 50 pessoas, entre bombeiros e militares da Marinha. Ao todo, 11 mergulhadores dos Bombeiros atuam na operação. A Marinha do Brasil também disponibilizou sete viaturas, quatro lanchas e três motos aquáticas para a continuidade das buscas.

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), se pronunciou sobre o acidente: “Sofremos hoje a dor de uma tragédia em nosso Estado, devido às fortes chuvas, que provocaram o desprendimento de um paredão de pedras no lago de Furnas, em Capitólio. O governo de Minas está presente desde os primeiros momentos através da Defesa Civil e Corpo de Bombeiros”. 

A Prefeitura de Capitólio, também se pronunciou. Em nota, o município expressa pesar em relação ao acidente. “Seguimos buscando apurações sobre a fatalidade referente ao número total de vítimas, realizando uma ação conjunta com os profissionais da Marinha, Bombeiros, Defesa Civil e Santa Casa de Capitólio, contando também com a ajuda dos municípios vizinhos”, disse a prefeitura em nota.  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.