Sindsaúde-GO cria comitiva para para investigar denúncias no Cais de Campinas, Ciams e na Upa do Jardim América

Os trabalhadores das unidades de saúde estão enfrentando superlotação, falta de profissionais, sobrecarga de trabalho e falta de insumos

Nesta quarta-feira, 5, o Sindicato dos Trabalhadores do Sistema Único de Saúde no Estado de Goiás (Sindsaúde/GO) juntamente com a Comissão de Saúde da Câmara Municipal de Goiânia, irá realizar uma visita nos Cais de Campinas, Ciams e na Upa do Jardim América para averiguar as denúncias que os trabalhadores tem feito sobre superlotação, falta de profissionais, sobrecarga de trabalho e falta de insumos. Desde o início do mês de dezembro as unidades de saúde tem enfrentado excesso de casos de pessoas infectadas com Covid-19, gripe ou dengue.

Em uma das denúncias, foi relatado que em um plantão havia apenas 4 técnicos de enfermagem, enquanto que o ideal são 8. As unidades de saúde, que antes tinham 9 plantonistas, agora estão atendendo com dois ou três em um período em que a demanda por profissionais aumentou, já que o número de infectados cresceu.

Em um dos casos de denúncia, no Cais Bairro Goiá, notou-se que havia apenas duas profissionais trabalhando, sendo uma senhora de 72 anos, que deveria está afastada ou até mesmo aposentada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.