Sindicato de frentistas iniciam protesto em frente a posto no Setor Bueno

Membros protestam contra a retirada de direitos da classe trabalhadora durante a pandemia. Outro protesto está previsto para a quarta-feira, 27.

Sindicato protesta contra a retirada de direitos dos frentistas durante pandemia. │Foto: Reprodução.

O Sindicato dos Empregados em Postos de Combustíveis de Goiás (Sinpospetro Goiás) iniciou nesta terça-feira, 26, um protesto contra a retirada de direitos trabalhistas da classe, que aconteceu durante a pandemia de Covid-19. Os frentistas afirmam que perderam direitos como ao recebimento de uma cesta básica e plano odontológico.

O protesto ocorreu na frente do posto de combustível da Rede Hiper Moreira localizado no Setor Bueno. Segundo o sindicato, a rede de mercados viola de forma recorrente os direitos dos frentistas.

Uma fonte que estava no local afirmou que a rede de postos acionou a polícia, além de ter contratado seguranças para impedir a entrada do protesto no posto. Segundo a mesma fonte, os manifestantes ficaram restritos às ilhas de trânsito, o espaço da calçada e o lado oposto da rua.

É possível ver em vídeo enviado pela fonte que, simultaneamente ao protesto, o posto anunciava uma promoção com o uso de carro de som, no que foi considerado como uma tentativa de abafar a manifestação.

O presidente do Sinpospetro, Hélio Araújo, desaprovou a atitude da rede de postos: “É triste, vergonhoso. Colocar seguranças para coibir uma manifestação simples e pacífica, que veio apenas reivindicar o direito do trabalhador, uma cesta básica”.

Na quarta-feira, 27, está prevista uma nova manifestação, em outro posto da rede, localizado no setor Jardim América.

Resposta

Em nota, o Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo no Estado de Goiás (Sindiposto) diz que sempre se colocou à disposição para o diálogo com o Sinpospetro. No entanto, afirma que, por causa da excepcional realidade econômica, provocada pela pandemia de coronavírus, não foi possível ainda chegar a um consenso sobre todas as reivindicações pleiteadas pela categoria.

“O Sindiposto reafirma a disposição para novas conversas e espera o bom senso do Sinpospetro frente à situação especialmente difícil enfrentada pelo setor devido aos efeitos da pandemia”, conclui a nota.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.