Simulador de direção passa a ser obrigatório em Goiás

Candidato goiano que for tirar a primeira habilitação terá que fazer, no mínimo, 25 horas de aula

Divulgação

A partir desta segunda-feira (8/1), é obrigatório o uso do simulador de direção veicular nos Centro de Formação de Condutores (CFCs) em Goiás, para quem vai abrir processo na categoria B.

A Resolução 543/2015 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) deu prazo até o dia 31 de dezembro de 2016 para que a exigência fosse implantada, mas em Goiás os CFCs entraram com uma liminar para o não uso do simulador que, até então, estava vigorando. O Denatran entrou com recurso e essa liminar caiu, passando a ser obrigatório o uso do simulador em Goiás.

No simulador, os alunos têm situações reproduzidas como ultrapassagem, mudança de faixa, direção com chuva e manobra em marcha à ré. O candidato que for tirar a primeira habilitação terá que fazer, no mínimo, 25 horas de aula.

Do total, 20 horas em veículo de aprendizagem, sendo quatro horas no período noturno. As demais cinco horas serão feitas no simulador de direção, sendo uma hora com conteúdo noturno. Quem já tem carteira de motorista e vai adicionar a Categoria B faz 20 horas de aula, sendo cinco horas no simulador.

2 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
2 Comment authors

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Douglas

Mais um retrocesso em nosso sistema de trânsito. Diminuir 25 aulas práticas para acrescenta 5 aulas em um vídeo game. Com toda certeza isso fOi feito para atender algum proprietário empresário de simuladores.
Até meu Ps4 tem imagem e realidade maior do que o simulador

LOSANGELIS

O pior de tudo e o valor, 300,00 por 5 horas de aula.