Senadora Kátia Abreu denuncia plano de Jucá para expulsá-la do PMDB

Segundo a peemedebista, parlamentar pretende reunir a executiva nacional do partido e pedir a cabeça dela e a do senador Roberto Requião

Jucá beija Kátia Abreu | Foto: Jane de Araújo/ Agência Senado

A Senadora Kátia Abreu, do Tocantins, usou as redes sociais nesta terça-feira (1º/8) para denunciar suposto plano do senador Romero Jucá, de Roraima, para expulsá-la do PMDB, juntamente com o senador Roberto Requião, do Paraná.

Segundo a parlamentar, Jucá pretende reunir a executiva nacional do partido e pedir a cabeça de ambos. “Estão quebrando o país pra manter este governo que já caiu na cabeça e no coração de todos os brasileiros”, destacou a senadora.

Para Kátia, Jucá usa a carta da expulsão para amedrontar os deputados do PMDB, na véspera da votação contra o presidente Michel Temer no plenário da Câmara.

Na última segunda-feira (31), foi a vez de Requião esbravejar contra o senador por Roraima. Por meio de vídeos divulgados em redes sociais, os dois trocaram ofensas e fizeram acusações um contra o outro e, em determinado momento, Jucá chegou a comparar Requião a cachorros vira-latas.

O impasse teve início após publicação de uma reportagem no site da revista “Veja” em que é escancarada possível estratégia de Jucá para varrer Kátia e Requião do PMDB.

No caso da senadora por Tocantins, amiga pessoal de Dilma Rousseff, a operação foi mais simples, uma vez que já há um procedimento antigo contra ela, que Jucá levará adiante na Comissão de Ética do partido.

“Agora, ele está à procura de uma barriga de aluguel para fazer o mesmo com Requião, considerado histriônico e combativo pelo Planalto”, diz a revista Veja.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.