Secretário da Semas diz que depredação da Casa da Acolhida é provocada pelos próprios usuários

Mizair Lemes Júnior afirmou ainda que infestação de percevejos é causada pela falta de higiene de alguns moradores

Em meio ao que define como período de reestruturação da pasta, o secretário da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), Mizair Lemes Júnior, atribui graves problemas enfrentados por moradores da Casa da Acolhida Cidadã a ações dos próprios moradores do local.

A Casa, que recebe pessoas em situação de rua, é apontada por funcionários e usuários como insalubre sendo comum a presença de percevejos e baratas nos quartos e banheiros, que não recebem manutenção. A reportagem esteve no local e ouviu as reclamações

Em entrevista ao Jornal Opção o gestor da pasta afirmou que as depredações são causadas pelos moradores. “O próprio acolhido depreda, quebra portas, rouba chuveiros. Há menos de dois anos o local passou por reforma”, afirma Mizar.

O secretário afirmou ainda que a presença de percevejos é causada pela falta de higiene de alguns moradores. “Alguns dos usuários chegam da rua trazendo os percevejos e não querem tomar banho, não quer largar os pertences”, pontua Mizair.

Apesar dos apontamentos o secretário afirma haver por parte da gestão a busca por solucionar os problemas enfrentados. Ao mesmo passo existe a expectativa que o local passe por reforma, conforme mostrado em reportagem do Jornal Opção.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.