Secretário confirma que gestão Iris não vai enviar projeto da data-base dos servidores

Projeto de lei deveria ter sido enviado no dia 1º de maio à Câmara, mas os servidores municipais ainda não receberam o reajuste salarial

Alessandro Melo esteve na Câmara Municipal nesta segunda-feira (13) | Foto: Divulgação / Twitter Câmara Municipal de Goiânia

Em entrevista ao Jornal Opção na manhã desta segunda-feira (13/11), o secretário municipal de Finanças da Prefeitura de Goiânia, Alessandro Melo, confirmou que a gestão do prefeito Iris Rezende (PMDB) não pretende enviar projeto da data-base à Câmara de Goiânia neste ano. “Vai ficar para o ano que vem”, disse o auxiliar sem adiantar qualquer previsão.

Obrigatoriamente, o projeto deveria ter sido enviado no dia 1º de maio, mas os servidores municipais ainda não receberam o reajuste salarial, feito com base na inflação. Oficialmente, o argumento dos auxiliares de Iris é de que há risco de não cumprimento da folha salarial e, por isso, ainda não há previsão de pagamento da data base, mesmo com a obrigatoriedade legal.

A falta de revisão da data-base do funcionalismo municipal foi alvo de inquérito civil público no mês de setembro pelo Ministério Público de Goiás (MPGO). No entendimento do órgão, a administração pode estar violando princípios da administração pública e incorrer até mesmo em improbidade administrativa.

 

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.