Sandro Teixeira de Oliveira, filho de João de Deus, é preso sob acusação de coagir testemunhas

Sandro Teixeira de Oliveira foi preso em Anápolis a pedido do Ministério Público de Goiás que ofereceu denúncia por coação de testemunha e corrupção ativa

Foto: Divulgação PC

A Polícia Civil de Goiás prendeu Sandro Teixeira de Oliveira em sua residência, em Anápolis (GO), a pedido do Ministério Público de Goiás por coação de testemunhas, crimes de violação sexual mediante fraude e corrupção ativa.

O filho do médium João de Deus foi alvo de mandado de prisão preventiva na manhã deste sábado, 2, e seu pai, que já se encontra preso no Núcleo de Custódia.

Sandro Teixeira foi denunciado no dia 24 de janeiro por tentar “comprar uma testemunha”. O promotor do MP-GO, Augusto César de Souza, contou que o médium e o filho souberam de um boletim de ocorrência contra Sandro e viajaram ao norte de Goiás para oferecer pedras preciosas a vítima que valiam R$ 15 mil.

O Ministério Público pediu medidas cautelares contra Sandro Teixeira: que ele não saia de sua residência em Anápolis, não se aproximar de vítimas do processo e visitar o juiz mensalmente. No entanto, o MP também pediu a prisão dele.

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Repressão a Crimes Rurais e Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher, emitiu nota oficial sobre a prisão de Sandro. “O mandado resulta de representação feita pelo Ministério Público de Goiás, o qual apura crimes de violação sexual mediante fraude, coação e corrupção ativa. Esclarecemos que, como se trata de denúncia oriunda do MP, apenas aquele órgão irá se pronunciar sobre detalhes a investigação em questão”.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Arte & Óleo

Mesma cara d fdp do porco do pai dele