A primeira edição do “Samba das Moças”, que será realizada em Goiânia, contará com shows ao vivo, arrecadação de alimentos e celebração das religiões afro-brasileiras. O evento tem início às 15h do próximo sábado, 9, e será realizado no Sol Nascente Espaço para Eventos, localizado ao lado do Shopping Passeio das Águas.

Organizada e idealizada pelo projeto Samba do Seu Zé, a celebração busca destacar o papel fundamental do sagrado feminino nas religiões afro-brasileiras, transcendendo o sentido religioso para um simbolismo cultural e social. A programação conta com sambistas como: Tambores de Aruanda, Clube do Samba, Milka Francielle, Beaju, Yasmin Luz, entre outros.

O papel feminino nas religiões agro-brasileiras revela sua força tanto no culto de orixás como Nanã, Iansã, Oxum, Iemanjá, Obá e Ewá quanto na presença de mulheres na representação de outras entidades espirituais que perpassa pelo sincretismo e intercâmbio cultural póprios dessas religiões e da brasilidade.

Na Umbanda, por exemplo, a diversidade inclui a crença na caridade de espíritos desencarnados que ora foram cangaceiras, marinheiras, ciganas, prostitutas e até mesmo freiras, feiticeiras e bruxas. Nesta religião, utiliza-se o termo pombagira, alvo de muito preconceito, às entidades espirituais que fazem parte da linha das chamadas “Entidades da Esquerda”, mais relacionadas aos sentimentos e emoções humanas.

As pombagiras são associadas às energias relacionadas ao amor, à sensualidade, à proteção e à auto estima feminina. Via de regra, acredita-se que, quando em vida, as pombagiras foram mulheres alvo de marginalização, preconceito e muito sofrimento causado por injustiças sociais.

A diretoria do evento ressalta, no entanto, que algumas regras devem ser seguidas durante a cerimônia. “Em prol da organização e tranquilidade de todos, informamos que não serão permitidas incorporações durante o samba. Vamos celebrar com respeito e harmonia, aproveitando ao máximo a energia positiva da festa”, explicou a organização do evento.

Regras do evento

  • Proibido a entrada com comidas e bebidas
  • Crianças a partir de 7 anos precisam de ingresso
  • Proibido entrar com camisa de time ou sem camisa
  • Proibido copos de vidro ou de outros eventos

Alimentos e ingressos

Além de celebrar a cultura, contribuição das mulheres e promover a união das religiões afro-brasileiras, o “Samba das Moças” também tem um viés social e beneficente. Em um gesto solidário, a organização do evento está arrecadando alimentos não perecíveis para serem doados à famílias em situação de vulnerabilidade social.

“No Samba das Moças, estaremos arrecadando alimentos no dia do evento para compartilhar um pouco do axé que recebemos. Junte-se a nós nessa ação solidária e faça parte desta festa com propósito”, comunicou a organização por meio das redes sociais.

Para comprar o ingresso, no valor de R$ 30.00, basta acessar este link e fazer sua inscrição. Além da taxa de inscrição, é necessário levar + 1kg de alimento não perecível (exceto sal e fubá).