Ao lado de Caiado, Rogério Cruz entrega complexo Viário Jamel Cecílio

Mais duas entregas estão previstas para este mês pela Prefeitura: os viadutos Lauro Belchior e da Perimetral Norte

O Complexo Viário Luiz José Costa, conhecido como Complexo Viário Jamel Cecílio, foi inaugurado pelo prefeito Rogério Cruz (Republicanos) na manhã desta sexta-feira, 13, em evento que contou com a participação do governador Ronaldo Caiado (UB). Composto pelo cruzamento de três vias, a Avenida Jamel Cecílio, Marginal Botafogo e Alameda Leopoldo de Bulhões, a obra teve um custo final de R$ 32,5 milhões. Por ele, mais de 200 mil veículos devem passar por dia.

As obras do Complexo Viário Jamel Cecílio começaram em setembro de 2019, durante a gestão de Iris Rezende. Em dezembro 2020, o viaduto na Avenida Deputado Jamel Cecílio, foi liberado para o tráfego de veículos. A proposta, agora, é que, mediante a entrega, seja possível que se haja uma fluidez do trânsito, que segue em direção à BR-153, GO-020 e condomínios residenciais do Jardim Goiás. Atualmente, a marginal é uma via expressa de oito quilômetros de extensão e liga a avenida Goiás Norte, no Crimeia Oeste, à 2ª Radial, no Setor Pedro Ludovico.

Na solenidade de inauguração, Cruz destacou que o complexo faz parte do seu plano de governo, no qual consta a continuidade das obras iniciadas na gestão passada, além de novos grandes projetos. “Trata-se do respeito ao cidadão goianiense, e faz jus ao legado que herdamos”, argumenta. Ela salientou que, além de interligar com eficiência importantes regiões da cidade, o Complexo Viário Jamel Cecílio “valorizará os imóveis residenciais e comércios dos bairros próximos”.

O governador Ronaldo Caiado celebrou a parceria entre os poderes municipal e estadual em mais uma grande obra de mobilidade. “Tudo que diz respeito a essa área deve ser feito em parceria, a exemplo do que iniciamos no transporte público, com o Bilhete Único e Passe Livre do Trabalhador”. Segundo Caiado, “é um trabalho conjunto, cujo foco é o usuário”.

De acordo com o secretário municipal de Infraestrutura, Everton Schmaltz, a importância do complexo vai além da fluidez de trânsito, uma vez que se trata de uma obra-eixo. “O projeto não apenas liga duas regiões, mas fornece resultados viários aos dois eixos principais da capital, isto é, Norte-Sul e Leste-Oeste”. Schmaltz ressaltou que os benefícios então se estendem tanto aos bairros vizinhos quanto aos mais distantes. A estrutura leva  o nome do cantor sertanejo Leandro, que fazia dupla com Leonardo, que faleceu em decorrência de um câncer em 1998.

Além do Complexo Viário Jamel Cecílio, mais duas entregas estão previstas para este mês pela Prefeitura, sendo eles os viadutos Lauro Belchior e da Perimetral Norte.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.