Rodrigo Pacheco, presidente do Senado, anuncia que não será candidato à Presidência

O anúncio do senador por Minas Gerais foi feito nesta quarta-feira, 9, em um pronunciamento na tribuna do Senado

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG) anunciou nesta quarta-feira, 9, que não irá se candidatar para presidente da República. O anúncio foi feito em um pronunciamento na tribuna do Senado. Segundo ele, os compromissos como presidente do Senado Federal e com o Brasil não abrem espaços para “vaidades”.

A possibilidade de Pacheco sair como candidato pelo PSD surgiu logo após se filiar ao partido, em 2021. Entretanto, o senador não apresentou resultados satisfatórios nas pesquisas de intenção de voto. “Os meus compromissos como presidente do Senado e com o país são urgentes, inadiáveis e não permitem qualquer espaço para vaidades. Por isso, afirmo que é impossível conciliar essa difícil missão com uma campanha presidencial”, afirmou Pacheco.

O presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab, tem se movimentado para lançar um candidato próprio à Presidência pelo partido e, nos bastidores, há especulação de que consiga atrair o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), o qual perdeu as prévias tucanas para João Dória (PSDB) e o ex-governador do Espírito Santo, Paulo Hartung.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.