Representante do Crer aponta falta de acessibilidade nas calçadas próximas a unidade. Veja vídeo

Na Justiça, desde 2016 uma ação pede que a Prefeitura dê manutenção nas calçadas do trajeto entre o Crer e a Associação dos Deficientes Físicos de Goiás (Adfego)

A integrante do Conselho Local de Saúde do Centro de Recuperação e Readaptação (Crer), Adercy Cândida Vasconcellos, utilizou o espaço da tribuna livre da Câmara Municipal de Goiânia para denunciar o descaso da gestão Iris com a manutenção de calçadas no caminho entre a Associação dos Deficientes Físicos de Goiás (Adfego) e o Crer.

O trajeto, de cerca de um quilômetro é percorrido diariamente por pessoas com necessidades especiais que fazem tratamento na unidade de saúde. “Pedimos ajuda para que essa obra seja feita o mais rápido possível. Nós já estamos lutando por isso há muitos anos”.

Na Justiça, uma ação civil pública foi impetrada em 2016 onde a Prefeitura de Goiânia é ré. A vereadora Dra. Cristina (PSDB) apresentou requerimento reforçando a cobrança por soluções.

“O Crer é referência no mundo em reabilitação e tem essa vergonha escancarada que é a falta de acessibilidade à entrada do Crer através da calçada que é de responsabilidade do poder público municipal”, finaliza.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.