Redes sociais impulsionam solidariedade

Campanha promovida por empresária para comprar carro para jardineiro é exemplo do poder das redes. Nesse caso, dinheiro foi conseguido em menos de 24 horas 

Carro que pegou fogo em oficina em Aparecida de Goiânia e o novo carro comprado através das doações l Foto: Arquivo pessoal/Alcione Galvão de Oliveira e Gabriela Coutinho

A empresária Gabriela Coutinho, 21, conseguiu arrecadar mais de R$ 6 mil por meio de uma campanha nas redes sociais que durou menos de 24 horas. O dinheiro foi utilizado para comprar um carro para o jardineiro Alcione Galvão de Oliveira, 52. Ele tinha deixado o veículo para ser consertado em uma oficina, em Aparecida de Goiânia, na última sexta-feira, 18. Porém, sem espaço no local, o proprietário deixou o carro do lado de fora e, durante a noite, uma pessoa foi filmada ateando fogo no automóvel do jardineiro. 

Ao saber da história, Gabriela fez um apelo para presentear o homem. “O Alcione é muito querido e trabalhador. Faremos um movimento para conseguir um carro novo para ele. Ele merece muito. Qualquer valor é bem-vindo”, escreveu a empresária na postagem. Além da rápida arrecadação, um vídeo mostrando a reação do jardineiro recebendo o presente superou a marca de três milhões de visualizações. Na gravação, Alcione diz não acreditar: “Aconteceu mesmo?”, questionou. 

O jardineiro contou que o dono da oficina ligou para ele na manhã de sábado, 19, e relatou o que tinha ocorrido. “Ele me pediu para ir lá para a gente ver como faria para ele acertar comigo. Ele também é um batalhador igual a mim e eu falei para ele: ‘Irmão, não se preocupe. Graças a Deus que o fogo não entrou na oficina. Eu te perdoo, pode ficar tranquilo’”, disse. Nesse mesmo dia, o jardineiro desmarcou compromissos com os clientes, informando que o veículo tinha sido incendiado. 

Ao Jornal Opção, Gabriela Coutinho, contou como foi que tudo começou “Seu Alcione é meu jardineiro há mais ou menos um ano e meio. Fiquei sabendo sobre o ocorrido porque ele entrou em contato comigo na sexta-feira (18), pedindo perdão por não conseguir me entregar dentro do prazo um trabalho que eu havia encomendado. Ele estava chorando muito”, diz. Segundo a empresária, quando o jardineiro enviou as fotos do carro queimado, ela se comoveu bastante e decidiu fazer algo.

“Eu estava em viagem. Ás 14 horas, eu postei nas minhas redes sociais a respeito do que aconteceu, pedindo uma arrecadação. Voltei para Goiânia e, no outro dia, 8 horas da manhã, eu já tinha todo o dinheiro em mãos. Exatas 24 horas após o ocorrido. Às 14h30 eu já estava na casa dele para entregar do dinheiro do carro como uma surpresa”, relata. Gabriela conta que não é a primeira vez que ela realiza ações solidárias na internet, mas essa foi a primeira que teve um retorno tão rápido. “Foi tempo recorde. Essa ação está tendo uma repercussão muito positiva, como um exemplo para as pessoas de que nós devemos ajudar quem está ao nosso redor”, diz.

Episódios de solidariedade têm ganhado as redes sociais. 

No fim do ano passado, a viúva do ex-governador de Goiás e ex-prefeito de Aparecida de Goiânia, Maguito Vilela, Flávia Teles, também fez uma campanha para o Natal Sem Fome, do Ações da Cidadania. Na ocasião, foi vendida uma bolsa da Chanel por R$ 30 mil e todo o valor foi doado para ajudar às vítimas de inundações no sul da Bahia. 

“SOS Petrópolis” 

É também pelo alcance e força da internet, que a população de Petrópolis, no Rio de Janeiro, está recebendo ajuda com celeridade. Para se ter ideia, o streamer carioca Casimiro, que virou sensação na web nos últimos meses, arrecadou em cinco dias de transmissões, mais de R$ 250 mil à ONG SOS Serra. Apenas ele, desembolsando R$ 30 mil e teve ajuda de outras personalidades esportivas. Além das personalidades, a entidade faz campanha pela internet para pedir a ajuda de quem pode contribuir com a situação da região. A mobilização é feita pelas redes sociais, por onde são divulgados as maneiras de doação, como pelo Pix (24) 99303-8885.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.