Recálculo do orçamento empurra votação da LOA para 2021

O presidente da Assembleia, Lissauer Vieira apontou que diante da revisão preferiu, em acordo com deputados e secretaria de Economia, e assim postergar para janeiro

Lissauer Vieira (PSB), presidente da Assembleia | Foto: Reprodução

Recálculo da previsão orçamentária do estado feito pela Secretaria de Estado da Economia empurrou a votação da Lei Orçamentária Anual (Loa) para janeiro de 2021. A previsão é que a partir do dia 21 do primeiro mês do ano seja colocada em plenário para apreciação dos deputados.

Ao Jornal Opção, o presidente da Assembleia Legislativa, Lissauer Vieira (PSB), apontou que diante da revisão preferiu, em acordo com deputados e secretaria de Economia, postergar para janeiro. “Se colocássemos uma previsão menor, haveria risco de ter que fazermos nova votação”, diz. A Loa deve ser entregue em fevereiro.

Durante a apresentação de relatórios do segundo quadrimestre, a secretária Cristiane Schmidt, na terça-feira, 8, apontou que houve recálculo da previsão orçamentária. Ela explicou que o primeiro cálculo foi feito durante os meses de julho e agosto de forma subestimada, devido à pandemia de Covid-19.

Tramitação

O governador Ronaldo Caiado (DEM) deve se reunir com chefes dos três poderes na próxima semana para acordo sobre Regime Jurídico Único. A ideia é que haja entendimento para que a matéria avance na Assembleia.

Para Lissauer, tudo o que chegar até segunda-feira, 14, tem chance de ser votado até o recesso. No entanto, depende do “grau de polêmcia”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.