Rádio Bandeirantes Goiânia se pronuncia sobre reação a fala xenofóbica em programa

Discussão em debate matutino do veículo teve questionamento endereçado a professor peruano da UFG recebido com indignação pela instituição

Discussão entre o professor Carlos Santander (à direita, no alto) com Mário Vasconcelos (canto direito inferior) ocorreu durante programa de Rosenwal Ferreira (quadro maior) | Foto: Reprodução

Na terça-feira, 19, no programa Opinião em Debate, da Rádio Bandeirantes Goiânia AM, o professor da Universidade Federal de Goiás (UFG) Carlos Ugo Santander teve uma discussão polêmica com o colega de bancada Mário Vasconcelos, que o recomendou a “se unir a seu governo, que é de esquerda”, no Peru.

Era uma resposta a críticas que Santander havia feito ao governo brasileiro. A polêmica foi recebida com indignação na instituição superior de ensino, que emitiu nota de por meio da Faculdade de Ciências Sociais (FCS), onde está lotado o professor. Veja a nota da faculdade:

Em resposta à polêmica levantada e que causou uma repercussão muito ruim no meio universitário, a emissora também se posicionou e declarou que trabalha para que “qualquer ato que possua cunho ou menção discriminatória ou que, de alguma forma segregue pessoas, em qualquer ambiente, seja rechaçado”.

A rádio esclareceu que repassa “orientação clara” de modo a combater ações de cunho preconceituoso para seus “colaboradores e programas parceiros”, mas que, no caso polêmico, os comentários “advieram dos convidados” da mesa de debates.

Veja abaixo, na íntegra, a nota emitida pela Rádio Bandeirantes:

A Rádio Bandeirantes Goiânia, por meio de seus diretores, vem por meio desta, se posicionar diante da Nota de Repúdio publicada pela Faculdade de Ciências Sociais da Universidade Federal de Goiás – UFG divulgada no dia 20/10/2021.

Inicialmente informamos que, na qualidade de veículo de comunicação e propagador da informação, trabalhamos para que qualquer ato que possua cunho ou menção discriminatória ou que, de alguma forma segregue pessoas, em qualquer ambiente, seja rechaçado. Defendemos também que a diferença de opiniões e a liberdade de expressão devem ser pautadas primordialmente no respeito à dignidade humana.

Esclarecemos que a Rádio Bandeirantes possui orientação clara e estabelecida junto aos seus colaboradores e programas parceiros de combate às ações que tenham cunho preconceituoso. Contudo, os comentários advieram dos convidados do programa no momento de debate acalorado de opiniões, sendo oportunizada a fala para o Ilmo. Professor Carlos Ugo Santander que, por sinal, se posicionou com sabedoria durante todo o tempo.

Em relação aos comentários dos ouvintes feitos tanto no canal do Youtube quanto no Facebook, vetar a participação ou “excluir comentários” pode ser interpretado como censura. Entende-se que os inscritos em tais plataformas possuem presunção de capacidade civil, e apesar de adotarmos condutas visando minimizar esse tipo de acontecimento, entendemos que cabe a cada um arcar com seus atos.

É nosso dever, como veículo propagador da informação, preservar a liberdade de expressão e trabalhar para a construção de uma sociedade justa para todos.

 

12 respostas para “Rádio Bandeirantes Goiânia se pronuncia sobre reação a fala xenofóbica em programa”

  1. Avatar Gilberto Barros disse:

    Deixei de ser ouvinte dessa rádio a muito tempo. Teve o caso de do narrador esportivo Romes Xavier e o repórter Vinícius Silva por racismo ao jogador Celsinho do Londrina. E agora a Xenofobia contr o professor Peruano. Cadeia para esse povo.

  2. Avatar João nfilho disse:

    O cara é peruano? Ou naturalizado brasileiro?
    Mas no geral as faculdades defendem sempre os regimes socialistas , que curiosamente não funcionam em lugar nenhum do mundo , onde existem trazem exatamente o inverso do q pregam.

  3. Avatar Joana Darc disse:

    Está proibido ter opinião? Coloca o nome do programa: “viés de esquerda em concordância”. Já vivemos em estado de censura permanente. Triste

  4. Avatar Gil disse:

    Romes Xavier fez o que fez, e está de novo nos microfones dessa emissora. Impunidade impera nesse pais, e nesse caso do professor será a mesma coisa. Até gostava de Ouvir essa rádio em seus programas esportivo, mas depois q esse cidadão proferiu palavras de racismo contra o Celsinho, parei de ouvi los. Sei que não fará diferença alguma a minha audiência, mas fico em paz comigo mesmo deixando de ouvir pessoas desse naipe.

  5. Avatar Wladimir Grecco disse:

    Essa emissora é fascista e esse apresentador Rosenval é um dos piores jornaleiros de Goiás….

  6. Avatar Marcelo disse:

    Por que Fascista ??????? O que esse professor tem que se manifestar sobre algo que é problema do povo brasileiro ? Ele até que poderia dar o palpite dele vivendo lá no Peru mas não aqui. É claro que ele teria o apoio da UFG . Não é de se espantar esse apoio !!!!

  7. Avatar Luiz Fernando disse:

    Lugar de peruano é no Peru!

  8. Avatar Rogério Lustosa Victor disse:

    Quanta deselegância do professor Mário Vasconcelos!
    E pior, com um colega professor! E pior, tão latino americano quanto ele! Uma coisa muito positiva nas Universidades Federais é exatamente a pluralidade…
    Professor Santander, é muito bom podermos contar com o senhor nesta que é a melhor instituição de ensino de Goiás!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.